fbpx
Compartilhe

Aplicar tecnologia à área comercial para apoiar equipes de vendas a vender mais e melhor, com eficácia e menos custos. Este foi o insight que André Oliveira teve após anos trabalhando como gestor de consultoria na TOTVS para a vertical de distribuição. Na época, uma das grandes demandas era apoiar a decisão do cliente e melhorar seus resultados.

Foi então que, em 2017, pediu demissão para empreender. Um ano depois, surgia no Porto Digital, no Recife (PE), a N3urons, startup focada no uso de inteligência artificial aplicada à automação e inteligência de negócios.

André e o sócio, também co-fundador da N3urons, Nelson Marques, decidiram utilizar recursos próprios (bootstrapping) para iniciar a empresa e desenvolver a iSA (Intelligent Sales Advisor), aplicação que auxilia vendedores no varejo, indústria e distribuição. Colocada no mercado no início de 2020, após quase um ano de desenvolvimento, testes e validações, a solução recebeu mais de R$ 1,5 milhão em investimentos de ambos. Mas o caminho não foi fácil para prospectar os primeiros clientes, que vieram só em novembro daquele ano.

O principal desafio foi entender o timing dos clientes, por conta da pandemia. Segundo André, muitos queriam adquirir a solução, mas tinham receio pelo período de incertezas. “Outro desafio foi pensar em criar algo relevante para melhorar os resultados dos clientes. Foi então que desenvolvemos as integrações com meios de pagamento para a iSA poder executar os pedidos remotamente, o iSA Pay. Assim, nossos clientes puderam fazer suas vendas remotas e não perderam receita”, conta.

Além da sede no Recife, a startup conta com um braço em São Paulo, capital, no InovaBra Habitat, ambiente de coinovação do Bradesco. Após 1 ano no espaço como convidados, a empresa tornou-se residente no local – ou um habitante, com são apelidadas as empresas que estão por lá – no início de 2021.

Agora a infraestrutura servirá como ponto de apoio na área de relacionamento comercial de seus clientes no eixo Sul-Sudeste. Para tal, serão abertas 40 vagas de emprego, metade delas para a área comercial. A ideia é que São Paulo seja a base para a expansão da startup.

Novos horizontes

Hoje com 18 clientes, a startup espera subir este número para 150 nos próximos 12 meses e alcançar 7.500 usuários ativos de sua solução iSA na indústria, distribuição e varejo. Em seus planos também está a expansão dos negócios, que não se limitará ao Brasil. Antes da pandemia, a N3urons já mirava ampliar sua atuação para outros países na América Latina e Europa, ideia postergada para o último trimestre de 2021.

Para tal, a empresa espera captar R$ 3 milhões em uma rodada seed que já está em andamento, assessorada pela Rosenberg Investimentos. O foco inicial do plano de expansão será o Brasil e, num segundo momento, em 2022, o mercado internacional.

Se a concorrência pode atrapalhar os planos da startup? Para Oliveira, de jeito nenhum. Atualmente a N3urons compete com Salesforce e Microsoft. No entanto, ele garante que a solução da startup traz diferenciais que se destacam frente às oferecidas pelas gigantes de tecnologia. “Além do custo de implementação da nossa ferramenta ser bem menor, as soluções dessas empresas obrigam os clientes a utilizarem também as ferramentas de CRM delas, o que encarece o projeto”, diz. “Como a iSA pode ser integrada a qualquer ERP ou CRM, ela complementa a operação comercial do cliente, sem exigir mais soluções”, finaliza.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões