fbpx
Compartilhe

Neon e Buser estão de CTOs novos. No neobanco, André Madeira (na foto de destaque, à direita) executivo fundador e ex-CEO da Meemo, fintech de IA vendida para a Coinbase no ano passado, assume a cadeira. Enquanto isso, na traveltech, Tiago Avelino (esq.) chega para liderar o time de tecnologia.

Na Neon, o novo CTO terá o desafio de “melhorar cada vez mais a experiência da crescente base de clientes e tornar a empresa uma referência em tecnologia e um pool global de talentos”.

A nomeação de Madeira faz parte do plano de estruturar uma equipe global, investindo em áreas como engenharia de dados em larga escala, data science, sistemas distribuídos e machine learning para desenvolver produtos focados em experiência e personalização.

Experiência para isso o novo CTO tem. Além de fundar e liderar a Meemo, especializada em serviços de histórico de transações e compras dos usuários, ele também liderou times de engenharia em empresas como Google e Snap.

Em comunicado, Madeira destacou o papel da Neon em trazer soluções para o público desbancarizado como um dos principais motivadores para aceitar o desafio na nova empresa.

“A relação das pessoas com o dinheiro é bastante emocional, especialmente na faixa de renda mais baixa aqui no Brasil. Construir confiança por meio de produtos financeiros que tenham condições justas, sejam de fácil acesso e úteis é fundamental para criar uma ponte leal entre consumidores e produtos e serviços”, afirma.

A chegada do executivo vem na esteira de um plano reforçado por uma recente capitalização da fintech. Em fevereiro a empresa captou US$ 300 milhões em uma rodada liderada pelo banco espanhol BBVA.

Enquanto isso, na Buser…

O novo CTO da startup de mobilidade também tem sua ficha corrida. Thiago Avelino tem formação em matemática pelo IME-USP e diploma em processamento de linguagem natural pela Universidade de Stanford.

Com mais de 15 anos na área de TI, o executivo já passou por nomes grandes como Google, Twitter e Filmow. Além disso, possui uma extensa carreira de consultoria e empreendedorismo, criando a Levpay, empresa de pagamento bancário online, e Nuveo, focada em soluções de Inteligência Artificial. Sua última experiência foi na Decode, do Grupo BTG.

Na Buser, o desafio do novo CTO será o de aprimorar a sinergia entre a área de TI e outras unidades de negócio, liderando um time de mais de 130 profissionais. Tony Lâmpada, que antes ocupava a cadeira de CTO, permanece na startup, agora como Engenheiro Líder.

“A Buser chamou minha atenção pelo projeto Buser Tech, que está formando jovens talentos na área de TI. Achei uma ideia sensacional e quis fazer parte. Chegando aqui, passei a me envolver cada vez mais com o tema, até que o Tony me fez a proposta de assumir a cadeira de CTO”, aponta Avelino.

No último mês, a Buser anunciou novas linhas de produto para impulsionar a sua receita, como a venda de pacotes turísticos unindo viagens rodoviárias e hospedagem pelo Brasil.

A companhia tem hoje 7 milhões de pessoas cadastradas na plataforma, 400 parceiros (entre fretadores e viações maiores) e utiliza mais de 1.200 ônibus para suas operações. Sem abrir números, a empresa destacou ao Startups um crescimento de 3,6 vezes nos últimos 12 meses e projeta crescer 3 vezes em 2022.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões