fbpx
Compartilhe

A Movile, empresa que investe e desenvolve negócios de tecnologia, está reestruturando o seu quadro de executivos. A companhia promoveu 4 profissionais para cargos de liderança com o objetivo de “fortalecer ainda mais a atuação da investidora” e “reforçar o compromisso com o longo prazo”, segundo comunicado enviado à imprensa.

Cedric Faustino, atual head de estratégia e M&A, será diretor da mesma área, que engloba atualmente logtechs, eventos e games. Antes a função era ocupada por Silvia Motta, que agora assume como diretora executiva ao lado de Fábio Massuda (ex-diretor de fintechs, estratégia e investimentos). Ambos serãos co-responsáveis por investimentos e gestão de todo o portfólio da companhia.

Silvia entrou na Movile no início do ano passado e tem passagens pela McKinsey & Company, Ventus Learning, Eleva Educação, Sympla e Sandbox & Co. Desde o ano passado, ela é membro do conselho da Afterverse, empresa de jogos do grupo Movile. Já Cedric trabalhou no grupo GPA (Extra, Pão de Açúcar, Qualitá) e na gestora Acclista Capital. Fábio Massuda trabalhou na Via Varejo SA e tem cadeiras no conselho nas fintechs Zoop e a55, investidas da Movile.

Os executivos se unem a Sergio Meirelles, Carolina Tencer, Isabelle Hirayama e Michel Heilborn para liderar a construção e execução de novas teses de investimento.

As movimentações não pararam por aí. Gustavo Galli, que era head de Planejamento Financeiro Empresarial (FP&A) agora é diretor da área de FP&A e relações com investidores. Segundo a companhia, o objetivo é estreitar o relacionamento da Movile e suas investidas com o mercado de capitais. Gustavo seguirá cuidando do planejamento e análise financeira do grupo.

Em nota, a Movile afirmou que as movimentações visam fortalecer áreas estratégicas da companhia pensando no longo prazo. “A instabilidade no mercado global de investimentos naturalmente tornou o ecossistema ainda mais diligente e criterioso. Dessa forma, estamos fortalecendo nossas áreas core para aprimorar ainda mais a nossa atuação e nos aproximarmos de outros players do ecossistema de startups para que possamos, juntos, contribuir para torná-lo cada vez mais robusto e maduro”, disse o CEO da companhia, Patrick Hruby, em comunicado.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões