fbpx
Compartilhe

A Americanas anunciou a compra da plataforma literária Skoob, espécie de rede social para amantes da leitura. A aquisição, que não teve seu valor divulgado, foi feita por meio da IF Capital, braço de inovação e aquisições da companhia. A ideia, segundo a Americanas, é engajar e conectar milhões de leitores e consumidores a fornecedores e lojistas parceiros da plataforma digital. Ou seja, aumentar a recorrência em seu ecommerce.

“A Skoob soma conteúdo e conhecimento do universo literário para as nossas marcas, principalmente Americanas e Submarino, estimulando o engajamento dos clientes com informação qualificada a partir de recomendações relevantes de leitores frequentes”, afirmou Marcio Cruz, presidente da plataforma digital da Americanas, em nota. Consequentemente, novos clientes e aumento da recorrência de compras no ecommerce da companhia – que possui mais de 49 milhões de clientes ativos.

Lançada em 2009, a Skoob permite, pelo seu site e app, interatividade com outras redes sociais e sites de e-commerce, através de um programa de afiliados. Os “skoobers”, usuários da plataforma, podem ainda postar resenhas e dicas de leitura, lista de livros já lidos, entre outras funcionalidades. Eu inclusive já fui uma “skoober” e ainda tenho por lá o meu compilado de alguns dos livros que já li em meus 35 anos. Mas faz tempo que não apareço por lá.

Atualmente são mais de 8 milhões de skoobers na plataforma, com idade entre 16 e 34 anos. Já foram feitas mais de 45 milhões de avaliações (reviews) de obras no site, que funcionam como alavancas de vendas, aumentando em até 40% a conversão da categoria de livros.

ANÁLISES

Veja todas as análises