fbpx
Compartilhe

O hub de inovação para mães empreendedoras B2Mamy e a startup GamerSafer, cujo foco é garantir a segurança e melhorar a experiência de jogadores online, criaram o primeiro mundo Minecraft seguro para crianças no Brasil.

O MetaFantasy Land é um universo criado para crianças de 6 à 14 anos e está disponível para jogadores do Minecraft. A iniciativa endereça demandas por mais tranquilidade e confiança por parte dos pais de crianças engajadas no jogo: de acordo com o relatório Parenting Generation Game Report, 58% dos pais afirmam que se preocupam que pessoas desconhecidas possam estar em contato com seus filhos por meio destas plataformas.

Entre as funcionalidades criadas pela GamerSafer em parceria com a B2Mamy, estão iniciativas como engajamento parental, possibilidade de controle do tempo de jogo.

“Apesar de ser uma boa maneira de exercitar a criatividade, sabemos que assim como muitas outras atividades, esses jogos trazem consigo uma série de oportunidades e riscos,” diz Micheli Junco, COO da B2Mamy.

Como é a experiência do MetaFantasy Land

Interações no MetaFantasy Land contam com mediação e verificação humana pela B2Mamy, para garantir o respeito às regras do jogo e a manutenção do ambiente seguro junto às estratégias desenvolvidas pela GamerSafer.

Só crianças podem interagir entre si no mundo criado pelas duas empresas. A competição não é permitida, apenas realização dos desafios de forma individual. Além disso, todos terão os mesmos recursos e cada jogador poderá obter pedras protetoras que evitam sabotagens durante o jogo.

Segundo a executiva da B2Mamy, a preocupação por parte dos pais é real, já que existe interação entre jogadores que podem ter, em média, 10 a 50 anos de idade. Segundo Micheli, o MetaFantasy possibilita que crianças “explorem o Minecraft com a segurança de conversar com outras crianças da mesma faixa etária e com a mediação da equipe para garantir que as interações sejam seguras.”

Diferentes modalidades de jogo estão disponíveis no MetaFantasy Land, incluindo Mundo Criativo, que permite que crianças construam comunidades com chances de ganhar prêmios. Há também o Mundo Sobrevivência, um ambiente de ilha com desafios constantes e progressão na experiência de jogo. Além disso, a experiência compreende o Mundo Parkour, jogo aleatório e infinito em que jogadores podem testar habilidades de equilíbrio para atingir pontuações em circuitos de parkour.

“Escolhemos o Minecraft por ser um best-seller, um dos jogos mais vendidos e jogados do mundo, com mais de 170M de usuários e que já conta com a tecnologia segura da GamerSafer desde o ano passado. O jogo permite também a customização e reúne as características do brincar digital que queremos promover – altamente imersivo, interativo, criativo e com uma fantástica diversidade de gameplay.” acrescenta Maria Tamellini, COO da GamerSafer.

O jogo foi lançado em 14/7 na Casa B2Mamy, em São Paulo, com uma experiência de metaverso para as crianças participantes em parceria com a Ri Happy. A varejista de brinquedos vai apoiar desafios ao longo do mês de julho no mundo Minecraft, que misturam o metaverso com o mundo físico.

Além da ação inaugural, o MetaFantasy Land jogo terá desafios constantes, prêmios ativados por outras marcas parceiras e experiências pensadas no equilíbrio entre os mundos online e offline, que é uma das preocupações das duas empresas.

LEIA TAMBÉM: Falamos com a CEO da B2Mamy, Dani Junco, sobre a estratégia da empresa, novas avenidas de crescimento, redes de apoio, maternidade e mais

OPINIÃO

Veja todas as opiniões