fbpx
Compartilhe

A Bossa Nova vai colocar no ar amanhã (18/03) sua segunda oferta de cédula de crédito bancário (CCB) para pequenos e médios investidores “pegarem gosto” pelo investimento em startups. A ideia é levantar R$ 5 milhões com aportes que poderão variar entre R$ 5 mil e R$ 40 mil.

Em janeiro, a gestora tinha feito uma oferta semelhante, de R$ 1 milhão. A captação foi concluída em cerca de 12 horas.

Uma CCB é um título de renda fixa normalmente utilizado pelas construtoras para financiar suas obras. A remuneração oferecida pela Bossa Nova é de um percentual fixo de 2% ao ano pelo prazo do título, de 120 meses, ou 10 anos (mesmo tempo de vida de um fundo de venture capital). A esse valor pode ser acrescido um variável que vai depender da venda das participações das empresas que compõem o portfólio do fundo que vai receber os recursos. A Bossa Nova diz que a valorização média registrada por ela nos últimos 2 anos foi de 24,2% ao ano.

O portfólio pode chegar a 15 companhias e já tem nomes como Zimobi (do setor imobiliário) e Zeeng (de marketing e comunicação).

A oferta está sendo feita por meio da Inco Investimentos, plataforma de investimentos imobiliários do portfólio da Bossa Nova.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões