fbpx
Compartilhe

A empresa inglesa de serviços de tecnologia Claranet comprou a brasileira Mandic Cloud Solutions. A operação ficou na faixa dos R$ 200 milhões (não R$ 100 milhões como eu tinha escrito anteriormente), apurou o Startups. É a terceira aquisição da companhia, que chegou ao Brasil em 2017 com a compra da CredibiliT. Ano passado ela comprou a Corpflex.

A Mandic era controlada pela Riverwood Capital desde 2012, quando comprou a maior parte da participação de Aleksander Mandic e de Sidney Breyer. A companhia também tinha como investidora a Oria Capital e chegou a integrar o portfólio da Intel Capital. Em um prazo de 2 anos, a Claranet cogita a possibilidade de fazer um IPO de sua operação no Brasil. A oferta seria a forma de dar saída à Riverwood, que manteve uma fatia minoritária na companhia – de cerca de 4%. Mesmo que a oferta não ocorra, a Claranet precisa compra a parte da gestora nesse prazo. Maurício Cascão, que responde pela operação da Mandic, ficará responsável pela área de inovação e se manterá na operação pelos próximos 2 anos.

Em fevereiro, a Claranet anunciou que pretendia investir US$ 100 milhões em sua operação no Brasil. A injeção de recursos seria para manter o ritmo de crescimento orgânico acima de 30% e também para fazer aquisições.

Em comunicado enviado à imprensa agora a  tarde, a Claranet disse que que triplicou a receita no Brasil em menos de 18 meses e agora passa dos R$250 milhões ao ano, com margem EBITDA de cerca de 30%. Com a aquisição, a operação brasileira passa a ter mais de 450 colaboradores e a atender mais de 5 mil clientes. Entre eles estão nomes como: Embraer, Natura, Banco Inter, Lojas Lebes, Bradesco, Samsung, Travelex, Sky, Burger King, Globo, DuPont, iFood, Visa, Banco Fibra, Anbima, BBM, Ipiranga, Unimed, Mills e Alelo.

 

OPINIÃO

Veja todas as opiniões