fbpx
Compartilhe

A fintech CloudWalk levantou US$ 190 milhões em série B liderada pelo fundo Coatue, elevando o total já captado para US$ 206 milhões. Em 2018, a companhia obteve R$ 25 milhões numa rodada A de investimentos.

A nova rodada teve participação da DST Global, empresa de capital de risco chefiada pelo bilionário russo Yuri Milner, que liderou investimentos que ajudaram Rappi e Nubank a se tornarem unicórnios. Os já investidores da fintech, FIS, The Hive Brazil e Valor Capital também colaboraram com o aporte.

Segundo a companhia, o dinheiro obtido nesta rodada permitirá à CloudWalk ganhar mais escala e acelerar sua presença no Brasil. A empresa fica sediada em São Paulo e possui representantes no Canadá e Estados Unidos.

A tecnologia da CloudWalk funciona como uma plataforma na nuvem que cria e distribui aplicativos para as POS (maquininhas de cartão). Ela já processou mais de US$ 1 bilhão em transações, atingindo mais de 4,6 milhões de consumidores.

O principal produto da empresa é a maquininha InfinitePay, lançada em 2019 com taxas até 80% menores que suas concorrentes, como a Moderninha Pro, da PagSeguro, SafraPay e Sum Up Total.

“Tendo estudado de perto o mercado de pagamentos no Brasil, acreditamos que esta é uma das oportunidades mais interessantes em fintech globalmente, e a CloudWalk está mais bem posicionada para capitalizá-la”, afirmou Michael Gilroy, General Partner da Coatue, em comunicado.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões