fbpx
Compartilhe

A plataforma de delivery MeEntrega é a mais nova investida da FEA Angels, rede de investidores-anjo criada por ex-alunos da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. A startup recebeu um aporte seed de valor não revelado para aumentar sua presença nacional e aprimorar a tecnologia do app. A notícia foi adiantada com exclusividade para o Startups.

A empresa foi fundada em 2019 na cidade de Guaíba, Rio Grande do Sul, por Denise Piva, Darker Douglas, Fernando Dias, Leandro Zacchi e Gabriela Oliveira. A ideia surgiu quando os amigos perceberam que, assim como capitais e grandes cidades, a região também precisava de um app para a entrega de comida, mercado e itens de farmácia, além de artigos para pets e até gás de cozinha. Não demorou muito para que a solução chegasse a outras cidades do interior. Hoje, são mais de 150 mil usuários cadastrados e 220 municípios atendidos.

Com os recursos captados, a meta é chegar a 300 cidades e dobrar o número de usuários na plataforma até o fim do ano. A estratégia para driblar gigantes como iFood e Rappi é focar em cidades menores onde os concorrentes não atuam. “Queremos conquistar todo o interior do país, principalmente onde ainda não tem nenhum app. Regiões em que há demanda, mas o serviço não chega”, explica Gabriela Oliveira, diretora de operações do MeEntrega.

O diferencial da startup é o modelo de negócio. Além do marketplace de estabelecimentos e o app para fazer os pedidos, a companhia cresce com um sistema que se assemelha ao de franquias. Com um investimento apartir de R$ 7.990, qualquer pessoa pode se tornar licenciado MeEntrega e começa a lucrar com todos os pedidos da sua cidade, ganhando comissões para cada vendas gerada nos restaurantes, mercados, lojas e farmácias da região.

“Muitas cidades do interior não têm players de delivery, mas têm várias pessoas com vontade de empreender. O modelo do MeEntrega permite que o licenciado ajude a cidade a crescer e movimente a economia local”, pontua Gabriela. Os parceiros recebem auxílio tecnológico, financeiro e de marketing para potencializar os negócios. Sem abrir números, a companhia afirma que outro diferencial é cobrar preços justos dos estabelecimentos. 

Segundo Gabriela Oliveira, a decisão de não divulgar o valor do aporte tem a ver com a concorrência. “Apesar de não ter tantos players no mercado, esses dados são bastante relevantes para eles. Optamos por não divulgar o total captado por uma questão de confidencialidade”, afirma. O dinheiro do aporte também está sendo usado para novas contratações, passando de 10 para cerca de 15 colaboradores até o fim do ano.

Gabriela Oliveira, diretora de operações do MeEntrega
Gabriela Oliveira, diretora de operações do MeEntrega

Por que pode ser promissor

Para Fernando Rolim, vice-presidente da FEA Angels, o que chama a atenção no MeEntrega é a representação local. “Quando se é um grande player, para quem você liga ou com quem você fala se precisar? Mas quando se tem um franqueado é outra coisa. Tem alguém na com quem a loja pode conversar cara a cara”, pontua.

O executivo ressalta que grandes empresas de delivery costumam focam nas cidades maiores, embora haja demanda igual – ou até maior – nas cidadezinhas. No estado de São Paulo, por exemplo, a foodtech atende regiões como Biritiba-mirim, Piratininga, Assis, Jumirim e Taboão Da Serra. No Rio Grande do Sul, onde nasceu, o MeEntrega está presente em Arroio Do Meio, Camaquã, Alegrete e Entre-ijuís, entre outros.

“Apesar do crescimento significativo, a penetração do delivery no mercado brasileiro ainda é baixa, em especial nas zonas rurais, fora das capitais, em cidades menores. Acreditamos que ainda há muito espaço a ser explorado”, argumenta Fernando. “Além disso, quantos players fazem a entrega de itens como gás de cozinha? Os deliveries mais consolidados não fazem isso e estão muito concentrados na parte de comida.”

Além do capital financeiro, a rede de investidores-anjo deve ajudar a startup com conhecimento de mercado, networking e novas conexões, inclusive com outros investidores. O MeEntrega já está buscando complementar a rodada com um aporte da Poli Angels, parceira da FEA, para acelerar a expansão e investir também em marketing e tecnologia.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões