fbpx
Compartilhe

Em uma extensão da série E anunciada em junho, o unicórnio mexicano Konfío levantou mais US$ 100 milhões. Com o complemento, a rodada totaliza US$ 225 milhões e elevou o valuation da companhia para US$ 1,3 bilhão fazendo dela o mais novo unicórnio latino. A ideia é usar os recursos para expandir o portfólio em 3 áreas principais: crédito, ferramentas de gestão empresarial e processamento de pagamentos. Além disso, a fintech pretende continuar sua estratégia de aquisições.

A extensão foi liderada pela Tarsadia Capital e teve a participação dos já investidores Softbank, Kaszek Ventures, QED Investors, Lightrock, IFC e do fundo sueco VEF. Todos haviam contribuído com a 1ª parte da rodada, de US$ 125 milhões.

Com os US$ 9,3 milhões que investiu nessa nova rodada, o fundo sueco VEF espera um impacto positivo de 10% no seu mais recente valor patrimonial líquido (NAV) referente ao 2º trimestre. Após liderar a série C da fintech mexicana em 2018, o fundo VEF seguiu investindo nas rodadas subsequentes (série D e E). Do seu total de ativos, a Konfío tem a 2ª maior participação, de 18,6%. A Creditas lidera, com 45%.

“A Konfío é a 2ª maior holding da VEF e um dos nomes de destaque em nosso portfólio. O que realmente nos empolga na Konfío neste momento é o rápido e contínuo crescimento de sua oferta de crédito, com fluxo de receita crescente e variado. Esta rodada de financiamento é mais um marco para a Konfío e a VEF e coloca ambas as empresas em uma posição muito forte para a geração de valor”, afirmou Dave Nagle, presidente da VEF, em nota.

ANÁLISES

Veja todas as análises