fbpx
Compartilhe

Duas fintechs de crédito anunciaram ter recebido aportes na semana passada.

Na IOUU, que trabalha com crédito P2P, a rodada foi de R$ 6 milhões liderada pela DOMO Invest, que contou com participação da Indicator Capital e da Devas Invest. A empresa soma R$ 8 milhões em investimentos. A ideia é investir os novos recursos em tecnologia e marketing para ampliar o volume de crédito captado pelas empresas, chegando a R$ 50 milhões em 2020.

Já o banco BV – que anda bem ativo ultimamentne – liderou uma rodada de investimento Série B de R$ 80 milhões na fintech crédito WEEL por meio da por meio da BVx. Os outros participantes da rodada não foram revelados. Os recursos serão usados para expansão da operações no Brasil e em novos mercados. Além do aporte, o BV ampliará a disponibilidade de crédito para a fintech em até R$ 800 milhões.

Tá, mas e daí? Já falamos por aqui dos investimentos em serviços de emrpéstimos e finanças pessoais, que querem aproveitar o cenário de juros baixos e recuperação econômica para conseguir um espaço na mente e no bolso dos consumidores. A lógica também vale, é claro para empresas de todos os setores, que, para aproveitar esse momento positivo precisam de crédito para financiar o dia a dia e a expansão de suas operações.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões