fbpx
Compartilhe

Em outubro, os brasileiros fizeram 20,2 milhões de downloads de aplicativos de bancos digitais e/ou carteiras digitais (ewallets), segundo relatório mensal do Bank of America (BofA), com dados baseados na consultoria Sensor Tower. O volume é 48% maior do que o registrado no mês anterior, quando apps do tipo foram baixados 17,9 milhões de vezes. O crescimento, de acordo com o documento, foi suportado pela evolução das ewallets e expansão dos bancos digitais.

Falando neles, o C6 foi um dos destaques no período. Com aumento de 102% nos downloads do seu app em relação a outubro do ano passado, o banco digital avaliado em R$ 25 bi teve 1,5 milhão de downloads, ficando atrás apenas do Nubank (com 2,8 milhões). Embora tenha tido o maior crescimento nos dowloads de apps do tipo em outubro (de 187%) o Original ficou em último na lista, com seu app baixado 415 vezes no mês.

Já entre os apps de grandes bancos tradicionais, os downloads aumentaram em 1 milhão em outubro, para 7,4 milhões. O crescimento mais significativo foi dos apps do Caixa Tem (1,3 milhão contra 945 mil em setembro) e Santander (1,09 milhão versus 987 mil). Já o app mais baixado foi do Banco do Brasil (1,6 milhão).

Considerando as plataformas de investimento, estas tiveram 2,2 milhões de downloads, praticamente o mesmo que em setembro. O patamar de mais de 2 milhões de downloads se repete desde junho, apesar das taxas mais altas. Em uma comparação anual, Nu Invest e Modal alavancaram, enquanto XP e BTG desaceleraram.

Por fim, no acumulado de usuários ativos mensais, Nubank (36,3 mi), Banco Pan (15,7 mi) e AME Digital (15,4) lideram. Considerando os bancos tradicionais, o top 3 fica entre Caixa Tem (43,2 mi), seguido por Itaú Unibanco (14,3 mi) e Bradesco (12,1 mi).

ANÁLISES

Veja todas as análises