fbpx
Compartilhe

Os facilitadores de pagamento (também conhecidos como subcredenciadores ou subadquirentes) se organizaram recentemente, para criar uma associação pró mercado.

O setor precisava dessa iniciativa e já era urgente.

A recém criada Anfap, Associação Nacional dos Facilitadores de Pagamentos, reúne soluções como subcredenciadores do mundo físico e online. Subcredenciadores são as soluções chamadas de intermediadores de pagamento ou PSP (payment solution provider).

anfap logo

Para exemplificar melhor, os credenciadores são as grandes soluções de pagamento (Cielo, Rede, Getnet, Stone, PagSeguro e companhia). São as empresas que possuem licença das bandeiras para operar no mercado de cartões. Já os facilitadores, fazem o trabalho intermediário, ou seja, vão até os pequenos e médios negócios, oferecendo serviços similares aos credenciadores, mas com especializações específicas. Para existirem, precisam se conectar a essas grandes credenciadoras para poderem capturar transações.

Empresas como Mercado Pago, Picpay, EBanx e Acqio são alguns exemplos de facilitadores.

A Associação dos Facilitadores de Pagamento foi criada depois de um encontro presencial em Janeiro de 2020 e agora toma forma e representatividade com mais de 70 associados, que já são agentes importantes do varejo. Os entusiastas e organizadores do grupo, são diretores e fundadores dos próprios facilitadores que têm como principal objetivo, direcionar a associação para ser uma voz entre os reguladores (Bacen e Cade) e incentivar a concorrência, que no Brasil, ainda é concentrada em grandes empresas ligadas aos bancos.

Os bancos Bradesco, Itaú, Banco do Brasil e Santander detém mais de 80% do mercado, através de Cielo, Rede e Getnet.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões