fbpx
Compartilhe

Mais um capítulo na batalha das proptechs. A Loft, que prepara caminho para seu IPO, anunciou hoje a compra da startup de crédito imobiliário CrediHome. A nova aquisição, que não teve o valor revelado, vem uma semana após o rival Quinto Andar engordar sua rodada de série E, anunciada em maio, com um aporte adicional de US$ 120 milhões, somando US$ 420 milhões. O investimento adicional foi liderado pelo fundo americano GreenOaks e pelo grupo chinês Tencent. A dupla, aliás, é a mais nova investidora do banco digital Cora.

Com o negócio, a Loft avança na estratégia de facilitar a obtenção de serviços financeiros pelos seus clientes, tornando-se assim uma “propfintech”. No começo de julho, a companhia comprou a CredPago, que atua como um fiador para quem quer alugar um imóvel. Agora, ela reforça a parte de compra e venda de sua operação, ampliando a oferta de crédito para quem precisa. Uma das propostas é expandir a facilidade dos empréstimos para além do eixo Rio-SP, visto que mais de 50% da operação da CrediHome está nas demais regiões do país.

A startup criada em 2017 oferece crédito imobiliário no formato de marketplace, com linhas oferecidas por bancos, e também com fundo próprio. Desde o começo do ano ela originou mais de R$ 2 bilhões em financiamentos.

Juntas, as empresas já originaram mais de R$ 6 bilhões ao ano em volume agregado de financiamentos. Segundo Bruno Gama, fundador da CrediHome, “será possível injetar na operação mais investimentos e conhecimento em tecnologia, permitindo que a concessão de crédito imobiliário fique ainda mais desburocratizada e amigável para o consumidor final”, diz em nota.

A operação da CrediHome segue inalterada e liderada pelos fundadores e time. Já a parceria com assessorias imobiliárias locais será ampliada, com acesso aos recursos tecnológicos da Loft.

ANÁLISES

Veja todas as análises