fbpx

Junte-se agora e acesse (antes de todos) as principais notícias de tecnologia e startups. clique aqui

Fundadores da Linx fazem queixa contra gestor da Fama Investimentos por difamação

Por Gustavo Brigatto, em 8 de setembro de 2020

0Shares

Os fundadores da Linx, Alan Dayan, Alberto Menache e Nércio Fernandes fizeram uma queixa-crime contra o gestor da Fama Investimentos, Fabio Alperowitch, por difamação. O pedido será avaliado pela Justiça e se todos os elementos estiverem presentes, pode ser instaurado um processo – caso contrário ele é rejeitado.

Os executivos estão sendo representados pelo advogado Fabio Tofic Simantob. Não há informações se eles também vão entrar ou entraram com um pedido de indenização por danos morais.

Procurado, Alperowitch disse que não poderia comentar o assunto.

Alperowitch tem se manifestado contrário à proposta da Stone para comprar a Linx. Segundo o gestor, a oferta da companhia – tanto a original, do começo de agosto, quanto a revisada da semana passada – é danosa para os acionistas da companhia e vantajosa para o trio fundador ao oferecer um pacote de não-competição polpudo e também por conter uma proposta de trabalho para Menache também com valores expressivos. A Fama tem 3% das ações da Linx.

Segundo uma pessoa próxima aos fundadores da Linx o trio ficou surpreso com a repercussão negativa que a negociação com a Stone teve. “Eles decidiram deixar essas informações públicas porque achavam que essa seria a melhor prática de governança. Eles ficaram muito ofendidos, magoados”, disse a fonte.

Jornalista com mais de 15 anos de experiência acompanhando os mundos da tecnologia e da inovação, com passagens pelo DCI, Sebrae-SP, IT Mídia e Valor Econômico. Fundador e Editor-Chefe do Startups.com.br.