fbpx
Compartilhe

O ano está voando e na mesma velocidade que passa crescem os investimentos em fintechs no país. Encerramos o 1º semestre com 80% de aumento no volume de fusões e aquisições no segmento, de acordo com dados da plataforma Transactional Track Record (TTR). Foram 36 transações que movimentaram um total de R$ 3,9 bilhões no período. No 1º semestre do ano passado, foram 20 negócios e R$ 560,9 milhões movimentados.

Do total, 75% das transações foram aquisições minoritárias no capital social das empresas. O relatório mostra ainda que 29% dos aportes foram investimentos seed, 45% ocorreram no estágio de early stage e 16% no estágio de late stage.

Considerando as rodadas de investimento por fundos de venture capital, foram 24 transações, um aumento de 84% em relação ao ano passado. Elas representaram 66% do total, somando R$ 1,7 bilhão.

Além das fronteiras

Dos 36 investimentos em fintechs no 1º semestre, 16 ocorreram no âmbito cross-border (além das fronteiras). Estados Unidos foram o país que mais investiu no Brasil, com 8 transações. Em seguida estão o Reino Unido e Argentina, com 3 transações cada.

A maior transação foi o investimento dos fundos geridos pela americana Advent International na Ebanx. Os US$ 430 milhões levantados apoiarão o crescimento da empresa de pagamentos na América Latina antes de seu potencial IPO.

Já a Argentina, Colômbia e México foram os destinos escolhidos pelos brazucas para investimentos, com 1 transação cada.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões