fbpx

Junte-se agora e acesse (antes de todos) as principais notícias de tecnologia e startups. clique aqui

Going to Miami: Silicon Valley Bank abre operação na Magic City

Escritório banco ficará localizado na região da Brickell – a Paulista de Miami – no espaço do Boston Private, comprado pelo SVB em janeiro

Por Gustavo Brigatto, em 14 de setembro de 2021

0Shares

Antes de começar a ler essa matéria, vai no YouTube e coloca essa música do Will Smith para tocar. Eu te espero.

Pronto? Então vamos lá.

Um dos ícones do Vale do Silício e dos serviços financeiros voltados a startups e ao financiamento da inovação, o Silicon Valley Bank (SVB) seguiu o movimento migratório de seus clientes e estabeleceu uma presença física em Miami.

A cidade, que tem um histórico com a área de tecnologia do ponto de vista comercial, com escritórios de vendas e marketing de grandes empresas, principalmente olhando para a América Latina, virou um porto seguro para quem viu a oportunidade perfeita para fugir dos altos custos (e da decadência?) de viver na Bay Area. Parte desse sucesso pode ser creditada ao prefeito-influencer da cidade, o Republicano Francis Suarez – se estiver lendo, prefeito, me chama para um Cafezito.

“Miami tem uma economia e um ecossistema de inovação crescentes com mais e mais atenção de fundadores, empreendedores, empresas já estabelecidas e investidores de fora da Flórida que estão se somando a esse movimento”, disse Mike Descheneaux, presidente do SVB em comunicado.

Investidores destinaram US$ 1,5 bilhão em venture capital em 200 negócios na Flórida na 1ª metade de 2021, um número expressivo na comparação com os US$ 2,2 bilhões para 317 operações realizadas em 2020 como um todo, segundo levantamento do Pitchbook e da NAVCA.

“Miami tem o potencial de se tornar um polo de inovação líder e a presença do SVB vai acelerar o sucesso do nosso ecossistema de empresas de tecnologia e de ciências da vida, das startups Às empresas estabelecidas e seus investidores, disse o prefeito Francis Suarez no comunicado.

O escritório do banco ficará localizado na região da Brickell – uma espécie de Paulista de Miami – no espaço ocupado pelo Boston Private, banco de investimento e de gestão de fortunas comprado pelo SVB no começo do ano.

A ideia é que a operação suporte a crescente comunidade local de startups, mas também sirva de base para o atendimento global, de olho, inclusive, na América Latina. Essa parte, aliás, ficará a cargo da brasileira Julia Figueiredo, diretora de serviços para startups e América Latina, que acaba de se mudar da Bay Area para a Magic City.

“Um grande número de empresas se mudou para a Flórida nos últimos 10 meses vindas de outras cidades dos EUA e de países como Argentina, Brasil e Colômbia. De acordo com a Hamonic Data, a criação de startups em estágio pre-seed e seed vai crescer 70% em Miami em 2021, fazendo dela o mercado de crescimento mais acelerado nos EUA, comparado com um ritmo de 30% da Califórnia e da cidade de Nova York. O SVB atende empreendedores e investidores em cada centro de inovação do mundo e estamos animados de expandir nossa presença para Miami”, escreveu Julia, no Medium.

Jornalista com mais de 15 anos de experiência acompanhando os mundos da tecnologia e da inovação, com passagens pelo DCI, Sebrae-SP, IT Mídia e Valor Econômico. Fundador e Editor-Chefe do Startups.com.br.