fbpx
Compartilhe

A Memed, healthtech especializada em soluções de prescrição digital, acaba de reforçar o caixa graças a um aporte de R$ 100 milhões. Os recursos foram investidos pela gestora DNA Capital, Fit Participações e da empresa de investimentos Temasek, com sede em Singapura.

A operação dá sequência à rodada de R$ 300 milhões anunciada em junho deste ano, quando a DNA Capital criou um fundo exclusivo para comprar a participação de todos os antigos acionistas da companhia e realizar novos aportes na Memed. Na época, os fundadores Ricardo, Rafael e René Moraes, assim como Marcel Ribeiro, deixaram a startup, e Joel Rennó Jr. assumiu como presidente executivo.

Apenas no último ano, a healthtech, que já atende mais de 150 mil médicos e 250 instituições de saúde em todo o país, gerou um volume total de 28 milhões de prescrições médicas digitais. A startup viu o seu time crescer 4 vezes desde o 1º trimestre de 2021, para 150 colaboradores.

“O novo round nos permite gerar ainda mais valor para todos os parceiros, sejam médicos, operadoras, seguradoras, cooperativas, autogestoras, hospitais, players de telemedicina e prontuários eletrônicos, bem como para os mais de 2,2 milhões de pacientes únicos que se beneficiam da tecnologia da Memed todos os meses, para a compra de medicamentos ou para agendamento de exames”, diz Joel Rennó Jr, em comunicado.

Para fomentar o crescimento acelerado, a startup vai direcionar os recursos captados para as áreas de produto, tecnologia e inteligência clínica. O objetivo é inovar nos serviços, e oferecer aos parceiros e pacientes uma experiência cada vez mais diferenciada do restante do mercado.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões