fbpx

Innova Capital e FJ Labs montam SPAC para investir em empresas de tecnologia na América Latina – terceiro veículo do tipo em menos de um ano

dollar
Compartilhe

A Innova Capital, fundo de investimento de Veronica Serra que tem como um de seus acionistas Jorge Paulo Lemann, e o FJ Labs, do fundador da OLX, Fabrice Grinda, apresentaram à SEC na sexta-feira (29/01) um pedido de abertura de capital de uma empresa de cheque em branco – o famoso SPAC – para fazer um ou mais investimentos na área de tecnologia na América Latina. Também está no radar empresas baseadas nos EUA, com fundador latino, e foco internacional e na região.

Para atingir seu objetivo, a Alpha Capital Acqusition Company pretende levantar US$ 200 milhões oferecendo 20 milhões de ações a US$ 10. O código de transação é ASPCU. A Innova Capital se comprometeu a comprar 2,3 milhões de ações. A expectativa é que a Alpha Capital tenha um valor de mercado de US$ 250 milhões. Ainda não há uma data definida para a listagem.

Os bancos coordenadores são o Citigroup e o BofA Securities.

A companhia criada em dezembro/20 será liderada por Alec Oxenford, co-fundador da OLX e da letgo, e terá como diretor financeiro Rahim Lakhani, que também foi letgo. O argentino Rafael Steinhauser, que até meados do ano passado comandava a Qualcomm na América Latina será o presidente e diretor.

A proposta é comprar uma participação minoritária em negócios que tenham valor de mercado entre US$ 600 milhões e US$ 1,5 bilhão, e não ter participação na gestão, mas assento no conselho.

Esse é o terceiro SPAC criada para investir em empresas de tecnologia na região em menos de um ano.

Em meados do ano passado, a HPX, criada pelos brasileiros Bernardo Hees (ex-Kraft Heinz), Carlos Piani (ex-Equatorial Energia) e Rodrigo Xavier (ex-Merrill Lynch), levantou US$ 220 milhões na NYSE para fazer investimentos no país. O papel da HPXU foi lançado a US$ 10 e hoje está cotado a US$ 11,10.

Na sexta-feira, a SoftBank apresentou o pedido de IPO de seu LDH Growth Corp. I, que também pretende levantar US$ 200 milhões para investir na América Latina – se tem o I é porque querem fazer o II, III, certo?

Um quarto SPAC voltado a empresas na América Latina, mas não com perfil de tecnologia, está sendo criado, o Itiquira Acqusition Corp., que tem como investidor Paulo Gouvêa, ex-EBX.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões