fbpx

Investimento em venture capital cresce nos EUA no 3º trimestre em relação a 2019 e fica perto de US$ 38 bilhões (com early stage perdendo espaço)

investimento
Compartilhe

O mercado de venture capital continua mostrando sinais de resistência à pandemia e às questões políticas nos EUA.

Segundo levantamento feito pela NAVCA e pelo PitchBook, o total de recursos aportados chegou a US$ 37,8 bilhões entre julho e setembro, um incremento de quase 11% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em termos de negócios, foram 2.990 operações, contra 2.920.

Na comparação com o segundo trimestre, no entanto, houve uma ligeira queda em termos de valores investidos. Entre abril e junho, o total de recursos aportados tinha somado US$ 39,2 bilhões.

NAVCA Q32020

O avanço dos aportes em 2020 tem sido puxado por rodadas de investimento de valores mais altos feitas em companhias em estágio de desenvolvimento mais avançado. No acumulado de 2020, os mega-deals somam US$ 53,2 bilhões em 223 operações. Os números são muito próximos dos registrados em 2019: US$ 55,3 bilhões em 242 negócios.

“As baixas taxas de juros, mercados de ações saudáveis e mais dinheiro fluindo nos mercados financeiros têm dado a confiança aos investidores de que empresas de alto crescimento serão bem avaliadas em ofertas públicas, criando um efeito positivo para as startups. O resultado tem sido uma janela de IPOs robusta para startups de diversos setores, incluindo biotecnologia, farmacêutica e muitos outros tipos de empresas de tecnologia”, avalia a NAVCA.

A expectativa positiva em relação à realização dos investimentos, no entanto, tem trazido um efeito negativo. Os aportes em estágios seed e early stage têm recuado, junto também com os investimentos em companhias que nunca tinham captado dinheiro antes. A emissão de primeiros cheques atingiu o menor nível em uma década no terceiro trimestre.

Também contribui para esse cenário o fato de os investimentos terem que ser decididos pelo Zoom – o que dá uma vantagem para empresa que já têm algum histórico.

Outros movimentos negativos no momento são a queda nos investimentos fora de polos tradicionais como o a Califórnia, Nova York e Massachusetts e a redução na participação de fundadoras.

O estudo completo pode ser baixado aqui.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões