fbpx

Junte-se agora e acesse (antes de todos) as principais notícias de tecnologia e startups. clique aqui

IPOs de tech levantam quase R$ 6 bi na B3. Para onde vai tanto dinheiro?

Por Gustavo Brigatto, em 10 de fevereiro de 2021

0Shares

Em menos de uma semana, a B3 viu uma movimentação de empresas de tecnologia nunca antes vista na história da bolsa brasileira, com nada menos do que 5 empresas fazendo captações: Intelbras, Mosaico, Mobly e Bemobi já estrearam e Westwing começa a negociar na quinta-feira (11/02). Juntas, elas levantaram R$ 5,92 bilhões, somando as ofertas primárias e secundárias.

Para efeito de comparação, esse é quase o mesmo número de empresas do setor que estavam listadas na bolsa até 2019 – Positivo, Sinqia, Totvs, Linx, Valid e Ideiasnet (que depois virou Padtec). Também supera os 4 IPOs que aconteceram em 2020 – Méliuz, Enjoei, Locaweb e Neogrid.

E bate, em menos de dois meses, a minha expectativa inicial de 5 IPOs para o ano todo. Aumentei o número para 6 e provavelmente vou errar. A LG, principal desenvolvedora nacional de sistemas de gestão para departamentos de recursos humanos, entrou com registro de IPO ontem.

À parte das discussões sobre bolha ou não bolha – eu acho particularmente que tem um excesso e que uma correção deve acontecer mais pro começo de 2022, com a temporada de balanços de 2021 – é muito positivo saber que tech entrou na lista de desejo dos bancos de investimento e dos investidores.

Mas para onde vai tanto dinheiro?

Fiz um compilado do que Mobly, Mosaico, Intelbras, Bemobi e Westwing prometeram, em seus prospectos, fazer com o dinheiro captado com os investidores em suas ofertas primárias:

 

MOBLY
Oferta total  R$           812.594.000
Primária  R$            777.000.000
Comissões: Morgan Stanley, Bradesco BBI, Itaú BBA e Goldman Sachs  R$              31.600.000
Despesas  R$              10.000.000
Secundária  R$              33.800.000
Vendedor: Home24 Holding
Valor líquido  R$           737.730.000

 

Pretendemos utilizar os recursos líquidos provenientes da Oferta Primária para (i) fortalecimento do capital de giro e estrutura financeira, vendor financing e estrutura de capital (50% do total captado); (ii) investimento em marketing e publicidade (online e televisivo) (35% do total); e (iii) investimento em bens de capitais, incluindo a expansão de novas lojas físicas, centros de distribuições e desenvolvimento de tecnologia da informação interna (15% do total).


 

MOSAICO
Oferta total  R$       1.080.000.108
Primária  R$            578.571.444
Comissões: BTG Pactual, Itaú BBA, Goldman Sachs, XP, J.P. Morgan  R$              45.360.000
Despesas  R$              15.604.000
Secundária  R$            501.428.664
Vendedores: José Guilherme Pierotti, Guilherme Goulart Pacheco, Roberto Wagner Ferreira Malta, Banco BTG Pactual, Thiago Flores, Tiago Rosenberger Duarte, Miguel Rezende, Nayla Pires, Rita Cunha, Dennis Herszkowicz, Octavio Amaral, Carlos Oliveira, Marcelo Camanho, Jaziel Leite, Maria da Gloria Oliveira, Vinicius Mendes
Valor líquido  R$           540.915.930

 

A companhia pretende quitar o financiamento que tem em aberto com o BTG, que é coordenador-líder da oferta. O saldo devedor da dívida captado em 2019 para financiar a compra do Buscapé é de R$ 51,5 milhões, ou cerca de 10% do total captado no IPO.

Quanto aos 90% restantes, a companhia pretende investir “na ampliação da participação no mercado de comércio eletrônico, por meio de iniciativas estratégicas para (i) expansão de verticais; (ii) novos modelos de negócio; e (iii) adição de tecnologias. Esses investimentos poderão ser utilizados para desenvolver essas iniciativas dentro da Companhia ou para aquisição de empresas que possam acelerar o crescimento”.


 

INTELBRAS
Oferta total  R$       1.134.000.000
Primária  R$            724.500.000
Comissões: BTG, Citi, Itaú BB, Santander  R$              45.360.000
Despesas  R$        12.869.527,26
Secundária  R$            409.500.000
Vendedores: Antonia de Freitas Tonin, Maria Augusta de Freitas Francalacci, Jadna Savi de Freitas, Jane Savi de Freitas, Janete Savi de Freitas, Jorge Luiz Savi de Freitas, Pedro Horn de Freitas, Joanna Horn de Freitas, Antônio de Freitas Aiquel, Eduardo de Freitas Teixeira, Altair Angelo Silvestri, Rafael Boeing, Dahua Europe B.V
Valor líquido  R$           685.193.000

 

A Companhia pretende utilizar os recursos líquidos provenientes da Oferta Primária para: (i) crescimento inorgânico (36% do total); (ii) expansão de sua capacidade produtiva (26% do total); (iii) investimento em CAPEX (expansão do serviço de locação de produtos (hardware as a service e software as a service)) (21% do total); e (iv) expansão de canais internos verticais e de varejo (expansão de times e investimentos em tecnologia da informação) (17% do total).


 

BEMOBI
Oferta total  R$       1.094.117.684
Primária  R$        1.094.117.684
Comissões: BTG, Morgan Stanley, XP  R$        48.578.825,17
Despesas  R$           9.885.108,85
Secundária
Vendedores: Bemobi Holding, Pedro Santos Ripper, Bruno Rodrigues de Mello, Clécio Radler dos Gauaranys, Felipe Mendes de Oliveira Castro, Gabriel Raso Bastos, Felipe José Goldin, Ricardo Bardawil Barbosa, Pedro Orávio Marques, Frances wagner Ferreira Matla Tanure, Geraldo MAchado Costa, Flavio Alexandre da Rocha Magacho Filho, Ricardo Toniolo Bozzetto, Tamoyo Caldas Vitalli Júnior, Pedro Guimarães Gomes
Valor líquido  R$       1.035.653.000

 

A Companhia pretende utilizar os recursos líquidos obtidos por meio da Oferta Primária da seguinte forma: (i) pagamento de obrigações decorrentes de reorganização societária (23,65% do total); (ii) pagamento de dividendos devidos referentes a exercícios sociais passados(18,03% do total); e (iii) aquisição de ativos (58,32% do total).


WESTWING
Oferta total  R$           799.685.418
Primária  R$      399.842.708,96
Comissões: Morgan Stanley, Bradesco BBI, Itaú BBA e Goldman Sachs  R$        39.984.270,90
Despesas  R$        11.604.905,00
Secundária  R$      399.842.708,96
Vendedores: FIP Oikos, Carlos Andres Alfonso Mutschler Castillo, Eduardo Balbao Ribeiro de Oliveira, Tatix Comércio e Participações Ltda, Outros Administradores, empregados e beneficiários dos Planos de Opções
Valor líquido  R$           370.300.000

 

A Companhia pretende utilizar os recursos líquidos provenientes da Oferta Primária para: (i) expansão de mercado endereçavel (29% do total); (ii) marketing (26% do total); (iii) tecnologia (24% do total); e (iv) marca própria (13% do total); (v) logística (8% do total).

Jornalista com mais de 15 anos de experiência acompanhando os mundos da tecnologia e da inovação, com passagens pelo DCI, Sebrae-SP, IT Mídia e Valor Econômico. Fundador e Editor-Chefe do Startups.com.br.