fbpx
Compartilhe

A proptech Kenlo está pronta para acelerar ainda mais o seu plano de levar mais inovação ao setor imobiliário. Com exclusividade ao Startups, a companhia anunciou que investiu R$ 50 milhões para desenvolver um CRM (sistema de gestão de relacionamento com o cliente) integrado ao site de seus clientes e oferecer uma esteira 100% digital com gestão e qualificação completa de leads, assinatura digital e gestão de documentos.

Segundo Felipe Gabriel de Souza, diretor de produtos da Kenlo, o objetivo é transformar imobiliárias de todos os portes em plataformas de negócio. “Isso significa que o site deixa de ser apenas um local de busca de imóveis, e passa a executar toda a transação imobiliária de ponta a ponta”, pontua. O sistema inclui um dashboard com a visão geral de propostas, negociações e contratos, além de relatórios, classificação inteligente do potencial do lead e serviços de garantia locatícia e seguros integrados.

A tecnologia também permite permite integração com as redes sociais e com mais de 80 portais imobiliários e acesso à rede Kenlo. A proptech afirma ter 25% do mercado de provedores de tecnologia para comércio e locação de imóveis usados no país, conectando cerca de 55 mil usuários a mais de 10 mil clientes entre imobiliárias, administradores e corretores autônomos de todo o país.

A solução chega ao mercado quase 1 ano depois de a Kenlo receber um aporte de R$ 95 milhões da Jive Investments. Os recursos foram usados justamente para aprimorar a tecnologia e aumentar o time com foco em Pesquisa e Desenvolvimento. O MVP (Mínimo Produto Viável) do CRM e da esteira digital foi lançado em meados do ano passado e hoje a solução atende cerca de 800 imobiliárias.

Inovação no centro

“A gente acredita que nosso diferencial seja o embedded service (ou serviços integrados)”, afirma Felipe. “Conversando com imobiliárias percebemos que elas chegam a contratar pelo menos 5 soluções entre CRM, garantia locatícia, seguro, agência e integração com o WhatsApp. A proposta da Kenlo é conecta tudo isso em uma única plataforma para agilizar a jornada da transação imobiliária.”

Para o executivo, a vantagem do sistema para o mercado é, além da digitalização, gerar novas fontes de receita para os clientes. “A imobiliária não paga nada para oferecer garantia locatícia ao inquilino e ainda recebe uma comissão a partir do momento que fecha o contrato”, explica.

Refletindo sobre como o mercado imobiliário se posiciona hoje em termos de inovação, Felipe afirma que o setor demorou para se digitalizar, mas que agora esse é um caminho sem volta. “A digitalização está muito presente nos processos e na experiência para que o corretor possa traçar ações mais assertivas para cada cliente”, observa.

Quem é a Kenlo

A Kenlo surgiu em setembro de 2020 como um spin-off da inGaia, empresa de tecnologia no setor imobiliário há mais de 20 anos. Mas a partir de 2022, observando o potencial de inovação da proptech, a inGaia pivotou o negócio e, ao invés de seguir como uma companhia separada passou a operar sob a marca Kenlo.

“Apesar de ser um spin-off, a Kenlo e a inGaia não tinham operações separadas. Na prática, não eram duas empresas diferentes. Se fazer a gestão de uma empresa já é difícil, de 2 era mais ainda. Não fazia sentido seguir com marcas diferentes. A Kenlo como marca surge oficialmente em junho de 2022 para nos posicionarmos ao lado das imobiliárias como parceiros não só na parte tecnológica, mas também de serviços”, explica Felipe.

Além do CRM, a proptech oferece uma plataforma para as imobiliárias ofertarem seus imóveis. São mais de 2 milhões de propriedades para comprar em todo o país e 500 mil para alugar sem fiador. Sem revelar números específicos, Felipe afirma que a projeção da Kenlo é crescer 40% em faturamento em um ano.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões