fbpx
Compartilhe

O unicórnio de logística Loggi implementou uma plataforma baseada em inteligência artificial e machine learning para turbinar seu plano de reputação corporativa. A ferramenta é fornecida pela Cortex, startup de inteligência de dados com foco em marketing e vendas.

A motivação para o uso da plataforma parte de uma constatação de que era preciso evoluir a abordagem de comunicação corporativa. Neste cenário, o uso da inteligência de dados em comunicação surgiu como um diferencial para obter vantagem competitiva e ir alem da abordagem tradicional, em que empresas tendem a focar em métricas como volume de pessoas impactadas e equivalência comercial.

Parte de esforços de digitalização da área de PR, a plataforma permite que o trabalho de gestão de reputação da logtech seja monitorado e analisado em tempo real, em um só lugar, explica Débora Dias, gerente de comunicação corporativa e reputação da Loggi.

“Com a solução, nós conseguimos planejar ações de comunicação que consideram os objetivos da empresa e analisar dados de reputação a partir dos pilares estratégicos do nosso negócio”, acrescenta Débora.

A implementação da ferramenta da Cortex reflete as demandas por agilidade na tomada de decisão e a adoção de uma cultura analítica para trabalhar a reputação da marca, em um contexto de rápida circulação de informações no ambiente digital.

Neste cenário, startups e empresas atuantes em mercados estratégicos e emergentes tem buscado formas de gerar camadas customizadas de inteligência estratégica. A ideia aqui é associar estes insights a índices de reputação baseados nos temas considerados estratégicos.

“Nossa plataforma é capaz de capturar um vasto volume de dados da Internet, estruturado ou não, e conectá-lo aos dados internos dos clientes, que podem analisá-los em escala. Isso permite que as ações certas sejam tomadas no momento certo”, diz Cláudio Luiz Bruno, diretor de inovação e evangelismo da Cortex.

Segundo o executivo, áreas de comunicação e marketing das empresas precisam encontrar formas de lidar com a complexidade de informações trazidas pelas novas mídias. Ele ressalta que a a análise de dados neste contexto “mais do que um diferencial, uma aliada para gerar ações ou insights que sejam acionáveis” em estratégias de comunicação.

Para saber mais

  • Estratégias baseadas em dados e resultados como impacto tangível nos negócios também estão entre as tendências em comunicação corporativa para startups. Confira aqui uma análise do Startups sobre a evolução e tendências sobre como empresas do ecossistema estão avançando suas abordagens em comunicação.
  • O uso de dados também é protagonista em estratégias de marca empregadora, área também conhecida como employer branding – o Startups investigou como empresas do ecossistema – incluindo a Loggi – estão avançando nesta frente.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões