fbpx
Compartilhe

Ainda nem fechamos 2021 e já temos 2.224 fusões e aquisições no Brasil, responsáveis por movimentar R$ 467,9 bilhões até novembro. De acordo com o relatório mensal do Transactional Track Record (TTR), isso representa um aumento de 51% no número de transações em relação ao mesmo período de 2020. Até outubro, elas haviam movimentado R$ 435,3 bilhões.

Foram 197 M&As só em novembro, entre anunciadas e concluídas, com valor total de R$ 33,4 bilhões. O principal destino de investimento é nos Estados Unidos, com 48 transações, movimentando R$ 2,2 bilhões, seguido pela Colômbia (15 operações) e México (14). Os Estados Unidos e a Argentina, com 206 e 34 transações, respectivamente, são os países que mais investiram no Brasil.

Segundo a pesquisa, as empresas norte-americanas que adquirem companhias brasileiras registraram um aumento de 76% em comparação com o mesmo período do ano passado. As aquisições estrangeiras nos setores de Tecnologia e Internet aumentaram em 68%. Também cresceu o número de fundos estrangeiros de private equity e venture capital que investem em empresas brasileiras: 18% a mais até novembro de 2021.

E falando de private equity, o país movimentou R$ 52,7 bilhões nos primeiros 11 meses do ano, distribuídos em 115 transações. O setor teve uma queda leve, de 0,8% no número de operações em comparação com o mesmo período do ano passado. No que diz respeito ao venture capital, foram realizadas 643 rodadas de investimento, 54% a mais do que em 2020. Juntas, elas geraram R$ 55,2 bilhões para o setor. Até novembro, foram 238 transações (salto de 15%) e um total de R$ 96,4 bilhões na parte de asset acquisitions.

O destaque

Em novembro, a transação que mais chamou a atenção do TTR foi a aquisição do Hortifruti Natural da Terra pela Americanas – dona das Lojas Americanas e B2W. Por R$ 2,1 bilhões, a gigante varejista assume as 73 lojas de produtos de alimentação saudável e diversifica o portfólio.

Com a operação, a Americanas integra o Hortifruti ao app Ame Digital, conta digital com oferta de cashback. A plataforma passará a oferecer seus produtos e serviços financeiros aos clientes do mercado.

A aquisição contou com a assessoria jurídica dos escritórios Barbosa Müssnich Aragão (BMA) e Lefosse Advogados. Do lado financeiro, a transação foi assessorada pelo Lazard Brasil e Banco J.P. Morgan Brasil.

Assessores financeiros e jurídicos

Ao longo de 2021, o ranking de assessores financeiros, por número de transações e valor, tem como lider o Banco BTG Pactual, com 54 transações e contabilizando um total de R$ 132,5 bilhões. Na lista de assessores jurídicos, por número de transações em 2021, o primeiro lugar ficou com o escritório Bronstein Zilberberg Chueiri & Potenza Advogados, com 98 transações. Em valor, lidera o Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados contabilizando um total de R$ 137,9 bilhões.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões