fbpx
Compartilhe

Mais uma boa notícia para o ecossistema de inovação brasileiro. Mesmo faltando 2 meses para acabar o ano, já temos 52% mais fusões e aquisições do que em 2020. De acordo com o relatório mensal do Transactional Track Record (TTR), foram registradas 1.981 transações até outubro, movimentando R$ 435,3 bi.

A pesquisa mostra um rápido avanço do setor no último mês. Isso porque até setembro, os números do TTR contabilizavam 1.716 transações, distribuídas em R$ 376,2 bilhões. Tecnologia permanece como o segmento mais ativo do ano, com um total de 733 operações do tipo. Isso representa um aumento de 75% em relação ao mesmo período de 2020. Em seguida, aparece o setor financeiros e seguros, com 367 transações.

Apenas em outubro, foram registradas 221 fusões e aquisições, entre anunciadas e concluídas, com um valor total de R$ 56,2 bilhões. Os números estão bem acima dos cálculos do Distrito, que considerou apenas 33 transações no mesmo mês, e 211 em todo o ano. Mas, calma, não se assuste pela diferença. O levantamento do Distrito foca nos investimentos de venture capital, enquanto o TTR olha para o mercado de forma mais ampla.

Segundo o relatório, a grande operação do mês foi a aquisição da Somos Operações Escolares pela Eleva Educação. Avaliada em R$ 717 milhões, a transação contou com a assessoria jurídica dos escritórios Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados; Spinelli Advogados; e BMA – Barbosa Müssnich Aragão.

Perfil dos investimentos

As empresas brasileiras tendem a escolher os Estados Unidos como seu principal destino de investimento, com 42 transações (e R$ 2,2 bilhões). A aproximação segue uma via de mão dupla, já que os EUA são o país que mais investiu no Brasil desde o início do ano, com 183 transações, seguidos da Argentina, com 30.

O levantamento aponta, ainda, que as empresas norte-americanas que adquirem companhias brasileiras cresceram 79% em comparação com o ano passado. Já as aquisições estrangeiras nos setores de tecnologia e internet aumentaram em 66%.

Em private equity, foram contabilizadas 105 transações e um total de R$ 55,8 bilhões até outubro. Isso representa um salto de 5% no número de operações em relação ao mesmo período de 2020. No que diz respeito ao venture capital, foram feitas 578 rodadas de investimento, 57% a mais do que anteriormente, movimentando cerca de R$ 48,9 bilhões. Em relação às asset acquisitions, foram registradas 196 transações (total de R$ 89,1 bilhões) de janeiro a outubro, um avanço de 2% no número de operações.

ANÁLISES

Veja todas as análises