fbpx
Compartilhe

Mais uma fintech latinoamericana desembarca no Brasil. É a mexicana Mozper, que chega com a proposta de gerar responsabilidade e proporcionar educação financeira para crianças e adolescentes. Na prática, ela quer ser a mesada digital do público jovem. Será que o pessoal da Z1 vai gostar dessa ideia?

Para se adequar ao mercado brasileiro, a fintech realizou algumas mudanças na operação em relação ao que estava sendo praticado no México. Além de adaptar o negócio ao Pix, a startup também deu um upgrade no kit de boas-vindas: cartões com novo design e um porta-cartão de silicone.

“O Brasil sempre esteve no nosso radar por ser o maior mercado de serviços financeiros da América Latina”, afirma o fundador da Mozper, Gabriel Roizner. Segundo ele, embora parte dos US$ 5,1 milhões obtidos em rodadas pré-seed e seed tenha sido investida para a entrada no mercado brasileiro, não há planos de fazer uma nova captação específica para o país. O próximo alvo da região será a Colômbia, mas sem data definida. 

Com uma concorrência de peso que já atua com a criançada, a Mozper se apoia em uma estratégia voltada à educação financeira para se destacar. “O cartão é apenas uma das funcionalidades do aplicativo, estamos construindo uma plataforma educacional”, enfatiza Gabriel.

Gabriel Roizner, fundador da Mozper

Como funciona

O serviço oferecido pela Mozper é feito via assinatura mensal de R$ 25 ou anual (R$ 19 por mês). O valor inclui o envio de um cartão de débito Visa físico para até 4 dependentes, incluindo filhos, sobrinhos e parentes diretos. As transações efetuadas entre contas Mozper, como transferências via DOC, TED ou Pix, e com o uso do cartão, não são cobradas. Para fisgar a clientela, a fintech oferece um período de teste gratuito de 30 dias.

Para garantir aos pais um controle maior sobre os gastos dos filhos, o aplicativo envia notificações em tempo real quando uma transação é realizada, ajudando no monitoramento de saldos disponíveis a todo momento. Também é possível dividir o dinheiro em categorias de uso como alimentação, vestuário, brinquedos, etc. Dessa forma, o valor depositado pode ter seu destino escolhido previamente pelos adultos.

Funcionalidade do aplicativo Mozper

A plataforma permite ainda que os responsáveis possam fixar tarefas domésticas como lavar a louça, organizar o armário ou limpar o quarto como exigência para liberação de bônus no cartão. Caso a criança ou adolescente conquiste uma bonificação, os adultos podem liberar mais créditos. 

Por fim, o aplicativo também conta com uma poupança para no caso de a criança quiser comprar algo poder se planejar para economizar até alcançar o valor total para efetivar a compra. 

OPINIÃO

Veja todas as opiniões