fbpx
Compartilhe

Tem unicórnio novo na área. A Tiendanube, ou Nuvemshop, plataforma de e-commerce fundada na Argentina, que fez do Brasil seu principal mercado, é o mais novo ser mítico latino. A companhia atingiu valuation de R$ 16 bilhões após receber uma injeção de R$ 2,6 bilhões (US$ 500 milhões) em série E. Com isso, a startup se torna a 5ª maior da América Latina. A bola da rodada já tinha sido cantada pelo The Information no início do mês.

E pasme. O novo unicórnio não é cria da máquina de unicórnios Softbank, que recentemente aplicou mais de R$ 1,3 bilhão em 3 empresas de uma vez e ajudou a criar 11 dos 19 unicórnios brasileiros (C6 não entra na conta, lembra?). O aporte na Nuvemshop foi coliderado pelos fundos Insight Partners e Tiger Global Management. Também participaram Sunley House Capital e VMG Partners, bem como os investidores atuais Accel, Kaszek, Kevin Efrusy, Qualcomm Ventures e ThornTree Capital.

Os planos da empresa para usar a bolada vão desde novas soluções financeiras no Brasil, fusões e aquisições (principalmente em logística), até a chegada a novos países. Sem revelar quando o novo portfólio será lançado, a plataforma de e-commerce adianta que a novidade já está em testes em lojas de diversos segmentos desde o 1º trimestre e que, até o momento, os resultados do projeto piloto foram positivos.

Sobre a expansão internacional, a companhia afirma que deve chegar à Colômbia ainda este ano e ao Chile e Peru em 2022. O objetivo é criar uma operação 100% local em cada país, assim como é no Brasil, México e Argentina, contratando profissionais das próprias regiões.

A Nuvemshop ainda pretende ampliar seu ecossistema de parceiros de e-commerce e varejo em geral. O objetivo é triplicar o volume de aplicativos conectados na plataforma nos próximos 18 meses. Ainda este ano, mais de 300 colaboradores devem ser contratados.

“Com toda essa movimentação, continuaremos acelerando o tamanho do nosso negócio para continuar sendo a escolha de qualquer lojista da região que queira digitalizar sua marca. Dessa forma, seguimos com o plano de crescer mais de 20 vezes nos próximos 5 anos”, diz Santiago Sosa, presidente e cofundador da Nuvemshop.

A capitalização chega menos de 1 mês depois de a VTEX fazer sua listagem na Nasdaq, com uma tese de crescimento nos EUA, mas muito baseada no uso de mão de obra e também na expansão na América Latina.

ANÁLISES

Veja todas as análises