fbpx
Compartilhe

Semana começou com força em investimentos, mesmo em pleno Coronavírus.

  • AgroPro, que faz um sistema de gerenciamento de lavouras, recebeu R$ 1 milhão do fundo M3 VC5, gerido pela TM3 Capital (do Marcel Malczewski, fundador da Bematech). A ideia é investir em tecnologia.
  • Cargo X levantou mais US$ 80 milhões, somando US$ 176 milhões captados em cindo rodadas. O aporte foi liderado pelo fundo LGT Lightstone Latin America e teve participação de outros que já investem na companhia, como Goldman Sachs Growth EquityValor Capital e Farallon Capital. Os recursos serão usados para a companhia atingir a meta de dobrar o número de transportadores em 2020. Atualmente, são 20 mil empresas e 400 mil caminhoneiros cadastrados no serviço.
  • Lá fora, o Airbnb (que estava na cara do gol para um IPO agora no primeiro trimestre, mas teve que adiar seus planos) levantou US$ 1 bilhão em dívida e participação acionária com os fundos Silver Lake e Sixth Street Partners.

Captação de (dos) fundos

  • O fundo Index Ventures (que investiu em empresas como CriteoCodeacademyFacebookTransferWise e Dropboxlevantou US$ 2 bilhões para investir em fundadores que vão criar novos produtos e serviços para o mundo pós-Covid-19.
  • Os fundos de venture capital nos EUA têm aproximadamente US$ 150 bilhões para fazer novos aportes. Metade desse “dry powder”, como se diz no vocabulário do mercado, deve ser reservada negócios novos e a outra metade para investimentos subsequentes nos portfólios. Se o ritmo de investimentos não cair, o montante é suficiente para um ano de atividade.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões