fbpx
Compartilhe

Acelerar startups e estimular o ecossistema de inovação na América Latina – sem deixar de obter resultados para a própria operação, é claro. Isso é o que a SAP pretende fazer ao lançar seu primeiro iO Foundry por aqui. Já presente em outros países em que a multinacional alemã atua (EUA, Japão, Alemanha, França, Singapura, Índia, China e Israel), o programa já acelerou mais de 400 startups pelo mundo – e agora chegou a vez do Brasil e região.

O anúncio foi feito esta semana no SAP Labs Latin America, em São Leopoldo (RS), coincidindo com a comemoração de 50 anos da gigante alemã do ERP. De acordo com a companhia, pelo programa serão selecionadas 10 startups, com o foco em inovação e tecnologias voltadas à agricultura eficiente e sustentável. As inscrições já estão abertas.

O programa não envolve aporte de capital por parte da SAP, mas a empresa conectará as startups à rede global de aceleração do iO Foundries, com suporte técnico, por meio de mentorias, e comercial, aproximando as empresas do mercado e de seus clientes.

O período de aceleração começa em outubro e deve se estender até janeiro do ano que vem. Durante este tempo, a expectativa é que as startups desenvolvam parcerias de longo prazo com a empresa alemã, definindo casos de uso conjuntos, integração de produtos e várias atividades de desenvolvimento de negócios para formar o pipeline inicial de negócios.

Além disso, os clientes da SAP estarão envolvidos no programa e avaliando oportunidades para prova de conceitos. Dentre os projetos esperados estão soluções de aquisição de dados (sensores, drones e robôs), tecnologias inteligentes sobre clima e tempo, cálculo da pegada de carbono, medidor de emissões de CO2 e localizadores de GPS.

Para acessar estas vantagens, porém, as startups selecionadas precisarão cumprir alguns requisitos, como ter uma definição clara de produto para uma solução de software empresarial, financiamento garantido, ter clientes corporativos, ter recursos para a participação plena na fase de aceleração e recursos de vendas e marketing para apoiar a sua parceria com a SAP.

De acordo com a presidente da SAP América Latina e Caribe, Christina Palmaka, o iO Foundry é parte do compromisso da companhia com o ecossistema de inovação na América Latina, e deve repetir os resultados que obteve em outras regiões em que foi realizado.

“Nossa expectativa é que o programa vai ajudar a potencializar a inovação das startups brasileiras. O Brasil tem empresas muito inovadoras e acreditamos que o nosso apoio fará uma grande diferença no desenvolvimento dos negócios dessas startups”, avalia a executiva em nota à imprensa.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões