fbpx
Compartilhe

O Sebrae for Startups, braço de fomento ao empreendedorismo de base tecnológica do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) está liderando uma série de iniciativas na capital britânica nesta semana para a London Tech Week como parte de sua estratégia de internacionalização de startups paulistas.

Um dos pontos altos da agenda, que teve início hoje (13) e se estende até sexta-feira (17) é o Brazil Tech Night, que acontece na noite de quarta-feira (15). Além de promover a marca Sebrae for Startups, o encontro tem o objetivo de reunir a comunidade brasileira de inovação e startups em Londres, bem como empreendedores que estão na London Tech Week e querem conhecer mais sobre o que está acontecendo no ecossistema brasileiro de inovação.

O encontro gratuito vai acontecer no WeWork Waterloo, em paralelo à programação da London Tech Week, que é o maior evento de inovação do Reino Unido. É necessário fazer inscrição. O evento do Sebrae é apoiado pela Tech London Advocates, rede não-governamental britânica com atuação de mais de 13 mil líderes, empreendedores e especialistas em tecnologia.

“Londres tem uma das maiores comunidades brasileiras de tech na Europa, até maior que Portugal. Por exemplo, existem várias fintechs que atuam no Brasil e são sediadas em Londres que contratam brasileiros, e existem também startups do Brasil que vieram para cá”, diz o diretor do Sebrae for Startups, Michel Porcino, que lidera a comitiva.

O evento faz parte do projeto London for Startups, que visa aumentar a presença internacional das startups paulistas e promover conexões de longo prazo com outros ecossistemas internacionais. A primeira entrega do Sebrae for Startups em sua frente internacional aconteceu no mês de abril em Miami, durante o evento eMerge Americas.

A comitiva do Sebrae-SP em Londres conta com 9 empreendedores paulistas. O grupo é composto pela Doc4doc, healthtech que conecta especialistas a generalistas; a Vigilantes do Sono, que tem um programa digital para a melhoria do sono e foco na cura da insônia; a Vivax, que cria solucões para reabilitação robótica de membros inferiores e superiores e a agtech de controle biológico Life Biological Control, além da Rentbrella, de compartilhamento de guarda-chuvas e a Tidalwatt, que desenvolve tecnologias para gerar energia a partir do mar.

“A ideia de fazer esse evento é posicionar o ecossistema de São Paulo e do Brasil e fortalecer essa marca nossa como um hub tecnologia, reforçando que também produzimos conhecimento e inovação”, pontua Michel. Além da participação na London Tech Week, a programação inclui visitas técnicas, encontro com a comunidade local, e pitch para possíveis parceiros.

O apoio à internacionalização é uma das frentes de atuação do Sebrae for Startups, que foi criado no fim de 2020 e visa impulsionar mais de 500 startups em 2022. O projeto visa reposicionar o trabalho do Sebrae junto a novas empresas de base tecnológica, com mais de 20 programas voltados às necessidades de startups de diversos perfis e estágios de desenvolvimento.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões