fbpx
Compartilhe

A Flowork, startup do segmento de coworking na região Sul do país, está lançando o seu braço de venture, apropriadamente chamado de FlowVentures. Com um detalhe interessante, o modelo da empresa envolve o que eles chamam de “space for equity”, em que os serviços da Flowork entram como parte do investimento.

Conforme destacou a companhia em nota à imprensa, o modelo da FlowVentures envolve a “cedência de espaço, além de mentoria e acesso a todo networking da comunidade de mais de 500 empresas”, colocando o ambiente do coworking como um dos chamariscos para o negócio. Mas calma lá: antes que você venha perguntar, a empresa também prevê aportes de capital para empresas selecionadas.

A expectativa é investir em mais de 30 startups até 2024, com cheques variando entre R$ 100 e R$ 500 mil para empresas iniciantes, com faturamento consolidado e operação em andamento. O foco é ter no máximo 20% de participação em cada negócio.

Entre os investimentos já realizados estão a aquisição de participação na COPE Soluções, empresa gaúcha que atende cerca de 100 clientes com serviços de gestão digital das áreas financeira, tributária, administrativa e contabilidade. A outra investida é a Pet Shop Control, que desenvolveu uma plataforma SaaS para gestão de pet shops e conta com cerca de 300 clientes no país.

“A Flowork atende mais de 500 empresas de forma virtual, hospedando seus endereços e fazendo gestão de correspondências, existe um potencial muito grande de exploração dos serviços da COPE na nossa plataforma”, afirma Daniel Pocztaruk, CEO da Flowork.

Com duas unidades em Curitiba e uma em Porto Alegre, a Flowork opera cerca de 7 mil metros quadrados de espaço para coworking, atendendo cerca de 150 clientes e oferecendo um total de 1,6 mil posições de trabalho disponíveis.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões