fbpx
Compartilhe

A StartSe, plataforma de educação voltada à nova economia, já apertou o play em sua estratégia de aquisições pós-rodada de captação de R$ 75 milhões, feita na semana passada. A empresa anunciou hoje a compra de 40% da Snaq, plataforma de inteligência e insights pertencente à Fisher Venture Builder. O valor, no entanto, não foi revelado.

O acordo prevê também a compra do controle pela StartSe de acordo com atingimento de resultados de crescimento conjunto ao longo dos próximos anos. A ideia é que a plataforma seja a “house” de inteligência da StartSe, fornecendo análises aprofundadas por meio do mapeamento do ecossistema de inovação e de transformação dos mercados.

“A Snaq adiciona uma nova expertise ao nosso ecossistema e agirá como um radar que agregará ainda mais inteligência em nossos produtos e serviços, auxiliando nossos clientes diretamente em seus ciclos de perpetuidade”, diz Junior Borneli, fundador e presidente da StartSe, em nota.

Mais de 1 milhão de pessoas são impactadas mensalmente com os reports, artigos, newsletter e conteúdos analíticos da Snaq. Já a StartSe recebe em sua plataforma de conteúdo cerca de 500 mil usuários ao mês. Desde a sua fundação, em 2015, 100 mil alunos já passaram pelos cursos da casa e 1 milhão de pessoas participaram dos seus eventos virtuais e presenciais.

Novas frentes

Criada como uma plataforma de informação (notícias) para o ecossistema, a StartSe agora prepara empresas e profissionais para a transformação digital por meio de consultoria, treinamentos, mentorias, entre outros serviços.

Antes de sua 1ª rodada de captação, em maio, a companhia comprou 40% da Captable, visando ampliar a sua atuação em outras frentes, além da educação em novas economias.

ANÁLISES

Veja todas as análises