fbpx
Compartilhe

O grupo automotivo Stellantis anunciou hoje (13) uma parceria com 7 startups que vão apoiar a sua transformação em uma Tech Car Company. Além de reforçar a estratégia de inovação da companhia, a iniciativa reforça seu plano estratégico Dare Forward 2030, no qual a empresa se compromete a ser a líder do setor na luta contra as mudanças climáticas.

“Apesar da nossa escala, marcas icônicas e quantidade de ativos, nós já nos consideramos uma startup”, afirmou Carlos Tavares, presidente da Stellantis, durante o evento Startup Awards. Segundo o executivo, esse posicionamento se dá por dois motivos. “Nós somos [um negócio] muito jovem, fundado em janeiro de 2021, e estamos determinados a nos transformarmos forte e rapidamente.

Para a companhia, o trabalho com empresas de base tecnológica com crescimento rápido e escalável precisa ser uma relação ganha-ganha. As startups devem acelerar os esforços da Stellantis para se tornar uma empresa de tecnologia de mobilidade sustentável e agregar valor para os clientes. Na outra ponta, o grupo automotivo vai apoiar o crescimento das startups com sua expertise e escala global. A Stellantis é uma das principais fabricantes de automóveis e fornecedoras de mobilidade do mundo, com marcas como Fiat, Jeep, Citroën e Peugeot.

As selecionadas

Entre as novas parcerias da Stellantis está a brasileira Jettacargo, que usa inteligência artificial para simular o carregamento de cargas em caminhões e contêineires. Vencedora da categoria de suply chain, a companhia está otimizando o planejamento do transporte terrestre da Stellantis, com o objetivo de reduzir as emissões de poluentes e a quebra de mercadorias no transporte.

Outra representante do Brasil é a Phygitall, que venceu a categoria Indústria 4.0. Entre suas soluções de Internet das Coisas (IoT), a startup usa relógios inteligentes para analisar o padrão e a intensidade dos movimentos das mãos para otimizar o processo de fabricação. A solução promete aumentar a segurança, qualidade e eficiência das operações.

Para melhorar a experiência do cliente, a Stellantis está apostando na HAAS Alert. A startup norte-americana desenvolveu um sistema de alerta de veículo que evita distrações ao dirigir e sinaliza os motoristas sobre veículos de emergência e perigos próximos em tempo real. A Stellantis já está oferecendo a tecnologia em um número limitado de veículos Chrysler, Dodge, Jeep e Ram.

A Daxium é uma startup aplicada na Turquia cuja tecnologia de inspeção e checklist de um veículo pré-entrega está ajudando a Stellantis a melhorar seu processo de controle e garantir a qualidade e a entrega dos veículos importados ao cliente final. Em breve, o projeto será estendido para Marrocos, Egito, Israel e Europa.

Na categoria de nvos negócios, a tecnologia da Demooz está sendo implantada na França, nos modelos eletrificados Citroën Ami, DS E-TENSE e híbrido plug-in Peugeot 308, e na Itália no Citroën Ami e Fiat New 500 totalmente elétrico. A solução transforma os atuais proprietários de veículos em embaixadores, conectando-os com clientes em potencial para facilitar através do boca a boca a descoberta, acesso e teste dos produtos Stellantis.

Com tecnologia holográfica, a startup britânica Envisics criou um dispositivo conectado ao painel do carro que funciona de forma semelhante a um óculos de realidade aumentada. A solução alerta ao motorista sobre perigos ou obstáculos ao redor e fornece informações de direção e localização. O recurso será oferecido aos veículos premium e de luxo da próxima geração da Stellantis.

Por fim, o grupo automotivo escolheu aplicar a BlinkIN na Índia para a marca Citroën. A startup criou um assistente virtual com a qual os engenheiros especialistas da Stellantis podem dar suporte em tempo real aos técnicos de oficinas de veículos. O serviço é feito via smartphone, reduzindo o tempo de inatividade dos veículos.

Além da parceria com a Stellantis, as startups foram presenteadas com um troféu personalizado de NFT (token não fungível) criado pelo Stellantis Design Studio.

Dinheiro no caixa

Segundo Carlos, desde a criação da Stellantis, em janeiro de 2021, a companhia assinou mais de 40 contratos estratégicos com startups. Mas o trabalho do grupo não acaba nas parcerias. Em março, a companhia anunciou seu fundo de corporate venture capital com 300 milhões de euros para investir em empresas inovadoras.

“O dinheiro abundante está ficando cada vez mais raro e algumas startups terão dificuldade para se desenvolver. Estamos aqui para ajudá-las, ao mesmo tempo que aceleramos nosso processo de inovação em áreas que podemos criar mais valores para nossos clientes”, conclui Carlos.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões