fbpx
Compartilhe

A Totvs se prepara para investir alto no ecossistema. Nos próximos 4 anos, a empresa vai desembolsar R$ 300 milhões para investimentos em startups com grande potencial de crescimento e capacidade de inovação, por meio de aquisições de participações minoritárias. 

O movimento estratégico será feito através de um CVC gerido pela Citrino. A Totvs participará do fundo por meio da indicação de membros a um comitê consultivo que auxiliará a gestora na avaliação dos investimentos e no crescimento das investidas.

“Nos últimos anos temos ampliado muito nosso escopo de atuação e isso aumentou a quantidade de empresas interessantes no nosso horizonte. Ao mesmo tempo, há um boom de startups desenvolvendo novos modelos de negócios e novas tecnologias. A consolidação do fundo é uma forma de unirmos essas duas pontas e desenvolver um ambiente de negócios mais sofisticado”, afirma Dennis Herszkowicz, presidente da Totvs, em nota. 

No início do ano, a companhia já havia desembolsado quase R$ 2 bilhões na maior transação privada na área de software no Brasil: a compra da startup de marketing digital RD Station.

Foco dos investimentos

O fundo deve focar os investimentos em startups que atuem nas áreas de saúde, varejo, manufatura, serviços financeiros, agricultura e educação. Serão priorizadas empresas com alto potencial de inovação que atuem com desenvolvimento de SaaS e (ou) com gestão e tráfego de dados.

Ainda segundo Dennis, o CVC dará à Totvs uma opção a mais de investimento estratégico e financeiro, num formato minoritário, diferente do modelo de M&A em que já atua. No caso, a Citrino atuará como gestora independente e com o poder de decisão.

ANÁLISES

Veja todas as análises