fbpx
Compartilhe

A UPM2, startup paulista que desenvolve soluções para mobilidade urbana, está pronta para expandir o seu Super App, em funcionamento na cidade de São Paulo desde outubro de 2021, para outros estados. O aplicativo, que concentra diversas funcionalidades, incluindo pagamento de tarifa de ônibus por QR Code, passará a operar em Curitiba a partir do segundo semestre. A ferramenta será lançada em parceria com a URBS, que administra o sistema de transporte da cidade, e deve impactar 400 mil passageiros por dia.

Para fortalecer seu plano de expansão, a startup se prepara para abocanhar sua primeira rodada de captação, uma série A prevista para acontecer ainda este ano. “Estamos queimando caixa faz tempo. Se quisermos crescer, e sustentar esse crescimento, precisamos turbinar o carro com gasolina aditivada”, brinca Rodrigo Petroni, presidente e cofundador da UPM2

Segundo Rodrigo, o valor estimado do aporte ainda está em definição. A ideia será realmente dar um gás na operação e investir a grana em infraestrutura, novos produtos na plataforma, ampliar o time, entre outras cositas más. Até o fim do ano, a startup deve levar sua plataforma para mais uma cidade.

No mercado de transporte público há mais de uma década, a UPM2 operou, desde então, apoiada por um bootstrap de R$ 4 milhões dividido entre Rodrigo e o irmão Luiz Fellipe Petroni. A startup foi fundada em 2010 a partir de uma parceria com uma empresa sueca, que gerava um código numérico e o enviava via SMS para os usuários efetivarem o pagamento do serviço desejado. 

Rodrigo Petroni, presidente e cofundador da UPM2

Serviços financeiros e de mobilidade

Foi em 2019 que a companhia decidiu encerrar a parceria e desenvolver seu próprio sistema. “Com a popularização do QR Code, não fazia mais sentido continuarmos com uma tecnologia sueca”, afirma Rodrigo. 

A startup paulista firmou então uma parceria com a SPTrans para implementar a tecnologia de QR Code em ônibus, por meio do seu aplicativo SP Pass. O serviço começou a operar no ano passado nas linhas de ônibus da cidade de São Paulo, em fase de teste, e agora, aprovado, já está em expansão em um projeto com a SP Trans.

Os serviços financeiros oferecidos pelo Super App criado pela UPM2 também incluem pagamento de boletos, recarga de celular, transferências, empréstimos e seguros. O aplicativo oferece ainda aos usuários acesso a mapas e rotas, aviso de chegada de ônibus, aluguel de bike e pagamento de táxi.

 “Nosso propósito é tornar a jornada dos passageiros mais cômoda e eficiente, além de promover inclusão social por meio da tecnologia”, conclui Rodrigo.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões