fbpx
Compartilhe

Movile anunciou a venda da Wavy, sua divisão de negócios com operadoras. O negócio, que é na verdade a origem da companhia, foi comprado pela sueca Sinch. A operação de R$ 640 milhões foi dividida em R$ 355 milhões em dinheiro e o restante em ações. Eduardo Henrique, um dos fundadores da Movile, assumirá um cargo na empresa sueca. O negócio precisa ser aprovado pelo Cade. A Wavy fechou o período de 12 meses encerrados em 31 de março com receita de R$ 461 milhões e lucro bruto de R$ 130 milhões.

Tá, mas e daí? Com o iFood se tornando seu maior negócio, a Movile parece ter percebido que era hora de seguir o mote do “que te trouxe até aqui não vai te levar adiante”. A companhia fez uma virada interessante desde 2012, quando começou a investir em produtos com marca própria, como PlayKids. Depois acertou na mosca ao investir no iFood. Com o caixa reforçado ela terá gás para passar pelo atual momento de turbulência e se firmar em novas áreas, aproveitando novas oportunidades de aquisição que vão aparecer pelo caminho.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões