Nubank chegou à marca de 20 milhões únicos de clientes. O número é dividido em 12 milhões de seu produto original o cartão de crédito de cor roxa, e 17 milhões da conta digital, lançada em 2017.

A soma dos dois é maior que 20 milhões por conta dos clientes que usam os dois produtos. A meta é chegar a 30 milhões até o fim do ano, sendo uma pequena parcela vinda das operações no México e na Argentina, iniciadas em 2019.

O neobank também se filiou à Associação Brasileira das entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, a Anbima, o que significa que ela poderá com produtos de investimento no futuro – a empresa já tinha liberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para atuar como gestora desde 2018.

Em breve, a companhia pode anunciar mudanças no seu comando, com os fundadores David Vélez e Cristina Junqueira sendo substituídos no dia a dia da operação por nomes de mais experiência no mercado financeiro.

Tá, mas e daí? Com a marca atual, o Nubank tem cerca de um terço dos clientes dos do Itaú e do Bradesco, uma marca considerável para uma empresa com sete anos de vida. A tendência é que o número acelere na medida que o banco, ops, neobanco, lança mais produtos – e fica cada vez mais parecido com…. um banco!

Author

Write A Comment