Outras notícias da semana.

  • Rappi fez um acordo com a Linx pelo qual os varejistas que usam o Linx Omni OMS terão seus produtos listados e entregues no aplicativo. NikeCentauroBoticárioDrogaria São PauloHeringAlpargatas e Vivara são algumas das marcas que usam o Omni OMS.
  • A pernambucana In Loco anunciou o início de suas operações nos EUA com a abertura de escritórios em San Francisco e Nova York. Para tocar as operações, André Ferraz, fundador e presidente da companhia se mudou para Palo Alto, na Califórnia. Os R$ 48 milhões investidos na empreitada fazem parte da rodada Series B de US$ 20 milhões liderada pelo Valor Capital, com participação do Unbox Capital, da família Trajano, que a companhia recebeu em meados do ano passado. A Prosus (spin off da Naspers) é o maior investidor da In Loco.
  • A fintech curitibana Juno, que passou de R$ 500 milhões processados por ano em 2018, foi autorizada pelo Banco Central a se tornar uma instituição de pagamento. Ao todo, 20 companhias têm esse selo no país.
  • O governo quebrou a exclusividade dos bancos e liberou os pagamentos à Receita Federal via fintechs, o que cria uma nova possibilidade de geração de receitas e serviços para elas.

Downloads

Author

Write A Comment