fbpx

Junte-se agora e acesse (antes de todos) as principais notícias de tecnologia e startups. clique aqui

Porquê a Ambev quer ir “Além” no relacionamento com as startups

Por Conteudo Patrocinado, em 22 de janeiro de 2021

0Shares

Não é de hoje que a Ambev vem se aproximando do mundo das startups. A cervejaria busca constantemente empresas para ajudá-la na resolução de seus desafios internos, a partir de projetos de inovação aberta. Mas agora chegou a hora de dar um novo passo na relação e olhar para além de seus muros.

Foi pensando nisso que a companhia criou o Além, um programa que tem como objetivo partir de soluções prontas de startups que já estejam tracionando para desenvolver novos negócios que possam ser impulsionados por toda a sua cadeia. Da matéria prima à produção, do campo ao copo.

A ideia é dar escala às startups por meio da oferta de novos produtos, serviços e modelos de negócios ao ecossistema da companhia, que inclui fornecedores, bares, restaurantes, o consumidor final e seus colaboradores. “Queremos ajudar as startups a crescerem junto com a gente”, diz Bruno Stefani, Head de Inovação LATAM da Ambev.

Para fazer isso, a companhia está em busca de negócios em estágio de crescimento acelerado, com produto desenvolvido e lançado, vendas recorrentes, que tenham sócios com dedicação exclusiva. Só serão selecionadas startups que tenham entre seus sócios ao menos uma pessoa de um grupo subrepresentado (mulheres, negros, pessoas com deficiência, LGBTI+). O processo seletivo também levará em consideração diversidade geográfica e soluções que gerem impacto positivo.

As inscrições para o Além estão abertas até o dia 31 de janeiro. Não há um número exato de empresas e projetos que serão selecionados. O programa será conduzido 100% on-line e é equity free – ou seja, não há obrigação de investimento societário. Mas há a possibilidade de aporte de capital no decorrer do projeto caso ambas as partes tenham interesse.

O programa tem como objetivo testar essas novas oportunidades em um piloto com duração aproximada de três meses. Os novos negócios serão co-criados diretamente com as lideranças da Ambev e, durante esse período, as empresas terão acesso à estrutura e aos executivos da companhia e de seus parceiros.

Na quarta-feira (dia 27/01), às 19h, a Ambev e a Innoscience, consultoria de inovação corporativa responsável por conduzir o programa, farão uma live para falar sobre o programa. Participe.

“O ecossistema brasileiro de inovação corporativa e startups passa por um processo de amadurecimento. As iniciativas efetivamente alinhadas com a estratégia das empresas e positivas para as startups se consolidam. A partir disso, algumas empresas inovadoras optam por dar um passo adiante. Além de contratarem soluções de startups percebem a oportunidade de co-criar novos negócios com startups em processos de venture building. O caso do Além é um exemplo emblemático dessa evolução”, diz Maximiliano Carlomagno, sócio-fundador da Innoscience.