fbpx
Compartilhe

A WE Impact, venture builder que investe em startups com liderança feminina, fechou uma parceria com a rede WoMakersCode, instituição sem fins lucrativos que apoia mulheres que buscam entrar no mercado de tecnologia e inovação. A iniciativa visa conectar mulheres recém-formadas ou em busca de recolocação profissional a startups que estão montando o seu time de tecnologia.

O projeto começa na WoMakersCode, que já impactou mais de 200 mil mulheres no Brasil, Chile e América do Norte. Criada em 2015 pela engenheira de software Cynthia Zanoni, a entidade oferece palestras, eventos, mentorias e cursos gratuitos de formação em trilhas como programação back-end, data analytics e liderança feminina. O objetivo é fortalecer o protagonismo das mulheres na TI, por meio do desenvolvimento profissional e econômico.

A capacitação é o primeiro passo para promover a diversidade e a inclusão feminina no ecossistema. Mas, mesmo qualificadas, as profissionais precisam de espaço – e oportunidades – para entrar nas empresas. É aí que entra a WE Impact. A instituição vai aproximar as alunas recém-formadas pela WoMakersCode às suas startups investidas, com grande potencial de crescimento e oportunidade de aprendizado e ascensão profissional. “Após a capacitação, a conexão com empresas empregadoras é um passo fundamental para o crescimento da carreira das alunas”, diz Cynthia, em comunicado.

Hoje, o portfólio da WE Impact tem 3 empresas: a plataforma de logística Venuxx, a Unbox, de vendas online focada na digitalização de PMEs e a Pontue, que conecta coordenadores, professores e alunos. Ao longo de sua trajetória, a venture builder já investiu mais de R$ 1,5 milhão no empreendedorismo feminino tecnológico, apoiou 70 startups e impactou 100 mulheres do ecossistema.

Objetivos da parceria

Juntas, as organizações querem fomentar a empregabilidade feminina em um mercado ainda dominado por homens. Atualmente, as profissionais representam apenas 11% do mercado global de TI, de acordo com uma pesquisa da consultoria KPMG com a Harvey Nash, especializada em recrutamento profissional e terceirização de TI. A média chega a 16% na América Latina e 20% no Brasil.

Segundo Lícia Souza, fundadora e diretora-executiva da WE Impact, a parceria vai incentivar as founders das empresas a gerar um impacto positivo no ecossistema e auxiliá-las a encontrar e desenvolver talentos.

“Vamos estimular a presença de mulheres nas áreas de tecnologia das startups, gerando um efeito positivo em cadeia. Apoiar a inserção desses talentos – hoje sub-representados – em negócios que serão as grandes empresas do futuro significa acelerar a transformação do ecossistema em um ambiente mais igualitário”, diz Lícia em entrevista ao Startups.

A expectativa é impactar pelo menos 30 mulheres por ano – número que, segundo a executiva, é bastante escalável, já que quanto mais startups fizerem parte do portfólio da WE Impact, mais oportunidades serão geradas. “[O projeto] multiplica a capacidade [das startups] de inovar verdadeiramente. Grandes inovações começam com a compreensão das necessidades das pessoas. Sem representatividade, esse potencial fica abalado”, argumenta a executiva.

Qualquer mulher em busca de qualificação em tecnologia pode participar da iniciativa, tendo como porta de entrada a participação nos cursos e programas de formação da WoMakersCode. Uma vez qualificadas, elas se beneficiam de uma ponte direta com as startups, onde terão a oportunidade de uma primeira experiência profissional na área.

Apoio de gigante

Ambas as instituições contam com o apoio da Microsoft. No caso da WoMakersCode, a parceria levou à criação do projeto Mais Mulheres Tech, em março de 2021. A plataforma reúne quase 100 horas de cursos gratuitos, em trilhas sobre DevOps, computação em nuvem, segurança da informação, ciência de dados e inteligência artificial.

Já a WE Impact é uma das investidas do WE Ventures, fundo de investimentos desenvolvido pela Microsoft para apoiar startups com pelo menos 1 mulher em cargo de liderança e participação acionária mínima de 20%. O WE Ventures faz parte do programa Women Entrepreneurship (WE), desenvolvido pela Microsoft Participações em parceria com o Sebrae Nacional e M8 Partners, em associação com a Bertha Capital. Além do capital financeiro, o fundo oferece conexões com grandes empresas, consultorias especializadas, mentorias e acesso a ambientes de inovação.

OPINIÃO

Veja todas as opiniões